Terça-feira, 20 de Maio de 2008

Selecção Portuguesa em Viseu

Selecção portuguesa: operação Euro 2008 arranca em Viseu

Viseu é a partir desta segunda-feira a capital do futebol português. Em terras de Viriato começa o Estágio da Selecção portuguesa para o Euro 2008. Dos 23 eleitos de Luiz Felipe Scolari para o Campeonato, concentram-se hoje apenas 19 no Hotel Montebelo. Cristiano Ronaldo, Nani, Ricardo Carvalho e Paulo Ferreira ainda têm pela frente a final da Liga dos Campeões entre Manchester United e Chelsea.

Durante o Estágio em Viseu, que decorre até 31 de Maio, Portugal terá um único jogo de preparação, precisamente no dia de encerramento dos trabalhos na cidade de Viriato. A Geórgia é o adversário escolhido numa partida que se realizará às 18:15 horas do dia 31 de Maio, no Estádio do Fontelo.

O primeiro jogo das quinas no Europeu é contra a Turquia a 7 de Junho. Segue-se o encontro com a República Checa a 11 do mesmo mês e a Fase de Grupos fecha para a Selecção portuguesa diante da Suíça a 15 de Junho.

publicado por cjrr às 14:03
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 13 de Maio de 2008

Presidente da Câmara de Viseu apoia escolhas de Scolari

 

Houve uma ou outra surpresa, admitiu Fernando Ruas, referindo-se à chamada de Hélder Postiga e à não convocação de Caneira, mas analisando o conjunto o autarca viseense frisou que “o grupo é bom”.

Conhecidos os vinte e três jogadores que vão ao Europeu, o presidente da Câmara de Viseu garantiu que a cidade está preparada para receber a selecção.

Fernando Ruas disse ainda que “se um ambiente festivo é benéfico para os atletas então Viseu vai estar à altura do desafio” com um programa vasto que vai dar outra cor ao estágio dos jogadores portugueses

 

 

 

publicado por cjrr às 14:22
link do post | comentar | favorito

Viseu dá a conhecer convocados para o Europeu

 

 

Acabou por não haver surpresas nas escolhas de Scolari para o Europeu 2008.

 

O palco escolhido para divulgar os eleitos foi o Solar do Dão. A lista completa é a seguinte; Guarda-Redes: Ricardo (Bétis), Quim (Benfica) e Rui Patrício (Sporting); Defesas: Bosingwa (Porto), Ricardo Carvalho (Chelsea), Fernando Meira (Stuttgart), Paulo Ferreira (Chelsea), Bruno Alves (Porto), Jorge Ribeiro (Boavista), Pepe (Real Madrid) e Miguel (Valência); Médios: Petit (Benfica), Deco (Barcelona), Raul Meireles (Porto), João Moutinho (Sporting) e Miguel Veloso (Sporting); Avançados: Nani (Manchester United), Simão Sabrosa (Atlético Madrid), Ricardo Quaresma (Porto), Hugo Almeida (Werder Bremen), Nuno Gomes (Benfica), Cristiano Ronaldo (Manchester United) e Hélder Postiga (Panathinaikos).

 

 

São estes os atletas que vão concentrar-se em Viseu a partir do dia 19 de Maio. Um estágio que vai durar até ao final do mês.

 

publicado por cjrr às 14:20
link do post | comentar | favorito

Rossio Recebe Primeira Feira do Desporto de Viseu

Centenas de pessoas, entre desportistas e curiosos, passaram pelo centro da cidade para a abertura da 1ª Feira do Desporto de Viseu.

O certame vai continuar, na Praça da República, até à próxima segunda-feira, e para além da exposição de materiais para as diversas modalidades há ainda lugar a demonstrações de Body Combat, Judo, Karaté, Patinagem ou dança.

 

Em paralelo é ainda possível experimentar escalada, tiro com arco e golfe, havendo ainda espaços para análises corporais e para avaliação e prescrição de exercícios ou para consultas de nutrição.

Sábado e domingo as actividades começam pelas nove e meia da manhã, prolongando-se até às nove da noite. Na segunda o certame funciona entre as duas e as sete da tarde.

Na inauguração da feira, o presidente da Câmara de Viseu recordou que este é o início de uma grande festa, uma vez que, como frisou Fernando Ruas, já se antecipa a chegada da selecção portuguesa de futebol.

O autarca viseense não deixou contudo de referir que a feira do desporto é essencialmente virada para os cidadãos que podem agora ficar a conhecer a oferta desportiva do concelho.

Prometida ficou já uma segunda edição porque, como sublinhou o presidente da Câmara de Viseu "tudo o que tem êxito é para continuar".

publicado por cjrr às 14:13
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Abril de 2008

Primeira fase do Parque Tecnológico de Lordosa arranca em breve

Há muito falado, o Parque Tecnológico de Lordosa, que envolve terrenos das freguesias de Lordosa e Campo, no concelho de Viseu, deverá finalmente arrancar nos próximos meses. A primeira fase do projecto, que será edificado por módulos, vai surgir na faixa de terrenos que ladeia (a norte) a estrada de ligação entre o nó de Moselos da Auto-estrada 24 (A24) e a Estrada Nacional 2, ocupando uma área de cerca de 30 hectares.

 

Quando estiver concluído, o Parque estender-se-á por um total de 300 hectares. Fernando Ruas, presidente da Câmara Municipal de Viseu, disse, na última reunião descentralizada dos presidentes das Juntas de Freguesia do concelho de Viseu e na reunião pública do executivo no dia seguinte, que a primeira fase do Parque Tecnológico de Lordosa - ‘Tecnopolis’ - arrancará em breve. Segundo o autarca, a concretização do projecto de instalação do parque foi sendo adiada devido à ausência de uma ligação entre a Estrada Nacional (EN) 2 e o nó de Moselos da Auto-estrada 24 (A24). Agora, essa questão já está resolvida.

Mais, a construção de tal ligação abriu uma frente na mancha de terrenos destinados ao parque e é a partir daí que o novo empreendimento começará a ser ‘levantado’. “Tivemos que esperar por esta abertura, digamos assim, para podermos fazer uma definição do futuro parque tecnológico”, sublinhou ao ‘NV’ o vereador da Câmara Municipal de Viseu, Hermínio Magalhães. A primeira fase do parque, com uma área de 30 hectares, “é, pois, toda a zona que acompanha aquela estrada de ligação, fundamentalmente do lado norte. Depois também haverá uma adaptação urbanística do lado da povoação de Campo, que é virada a sul”, explicou.

Entre as razões apontadas para o adiamento do arranque do Parque, está também alguma demora na definição do próprio traçado da A24. “Pelo próprio facto de se ter estado durante uns tempos sem se saber por onde a A24 passava, também não se podia delinear o parque”, referiu, para logo acrescentar que, “pela indicação que tenho, até passou pelo pior lugar possível”. A Auto-estrada “veio atravessar a meio de toda a área (entre 300 e 400 hectares) que está reservada ao futuro parque, quando poderia ter passado mais para o lado poente, não dividindo, portanto, a área prevista”. De qualquer modo, “passa por lá e eventualmente até poderá haver, mais tarde, imagino, uma saída [da A24] mesmo para dentro do próprio parque”.

“Não vamos ‘acantonar’ empresas”
Em Viseu, e “historiando um pouco”, nos anos 70 surgiu, “de uma forma quase espontânea”, o parque do Mundão (“parte velha junto à estrada”). Nos anos 80 foi feito “um loteamento especificamente destinado à actividade industrial” em Coimbrões. “Agora, em Mundão, com a Gestin Viseu, estamos a fazer um parque já de carácter empresarial, com outra qualidade”, e eis que se prepara para surgir o Parque de Lordosa, com um novo conceito.

Este Parque Tecnológico de Lordosa “pretende ser uma nova geração de parques de acolhimento empresarial. Não vamos ‘acantonar’ empresas naquele sítio, sem mais nada. Será sim uma zona com actividades variadas”, adiantou Hermínio Magalhães. “Vai ter a parte urbanística, a empresarial, a habitacional, a cultural e a social. Pretende ser quase como uma nova cidade que ali se vai instalar”, ressalvou.

Em poucos meses já se deverá ver obra no terreno
Questionado sobre quando se vai começar a ver obra da primeira fase do parque no terreno, Hermínio Magalhães disse “o ideal seria que fosse rapidamente, dentro de muito pouco tempo, poucos meses”. “Neste momento temos um primeiro estudo geral da localização de junto à rotunda [à saída] da A24 até à Estrada Nacional 2. Temos mais ou menos uma ideia do que vai ser aquilo, mas há que projectar em definitivo os arruamentos e as entradas para aquela zona, porque é fundamental para a instalação das empresas”. Uma questão que já está a ser tratada pelo Departamento de Habitação e Urbanismo da Autarquia Viseense. “Rapidamente teremos isso” e é possível que ainda “este ano haja iniciativas que se queiram ali instalar”.

Segundo o vereador, o novo Parque Tecnológico de Lordosa “é óptimo para instalar empresas que precisam de alguma visibilidade e marcas que requeiram algum cuidado nas instalações”. Tal como já foi referido, o empreendimento terá uma área total entre 300 e 400 hectares, indo desde a zona onde vai nascer a primeira fase até bem próximo do Instituto Piaget, no Alto do Gaio. Será, por isso, um projecto “para vários anos, a prazo mesmo, se quisermos, como queremos, que seja um projecto devidamente estruturado e cuidado, e não apenas o localizar, mais ou menos caoticamente, empresas”. As entidades de administração local estão a desenvolver esforços para que o projecto seja considerado de ‘Potencial Interesse Nacional’.

“Uma mais valia para a freguesia de Lordosa”
Na opinião do autarca de Lordosa, Carlos Correia, o parque “vai ser, sem dúvida, uma mais valia” para a freguesia. “Segundo está projectado, em termos de ser não só industrial mas também habitacional, terá duas vertentes que são extremamente positivas”. Uma é a questão do “emprego em termos de fábricas ou armazéns”. Outra, o atrair de pessoas para a freguesia. Lordosa “não está em desertificação, longe disso aliás, mas, de qualquer forma, será uma mais valia em termos de fixação de pessoas, o que é extremamente importante para a freguesia”.

Com este parque vai haver um desenvolvimento do distrito de Viseu, assim como uma descentralização económica.

Notícia retirada do site: Notícias de Viseu

publicado por cjrr às 13:54
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 22 de Abril de 2008

Comércio Tradicional PREOCUPADO !

 

 

 

 

 

A abertura do Palácio do Gelo, está a criar "uma preocupação enorme" nos comerciantes do centro histórico, que temem que a clientela "fuja" desta zona da cidade.

"Sente-se uma preocupação enorme, muito maior do que o próprio Palácio do Gelo" disse à Agência Lusa o presidente da Associação Comercial do distrito de Viseu, Gualter Mirandês, aludindo ao edificio com mais de 175 000 M2, que tem sido referido como um dos maiores empreendimentos comerciais da Península Ibérica.

Gualter Mirandês lembrou que, nos últimos anos, a associação tem vindo "a alertar para a grande densidade comercial do concelho" e para o elevado número de falências registadas no distrito, que serão alvo de um levantamento a realizar pela associção. "Estamos até a criar um gabinete de apoio à insolvência de empresas. Não gostamos de ter de o criar, mas temos que nos adaptar à realidade e ajudar os que estão nesta situação", justificou.

Associação Comercial estima que, nos próximos 3 anos, 30% do comércio tradicional da região desapareça, acrescentando que essa é uma previsão "feita por baixo".

Quanto a Viseu, Gualter Mirandês considerou que, "com o novo Palácio do Gelo, a oferta vai disparar e concentrar-se naquela zona da cidade", na Quinta da Alagoa, com as suas mais de 140 lojas.

O responsável afirmou que, quer pela sua maior dimensão, quer pela sua localização, o Palácio do Gelo Shopping terá consequências mais graves para o comércio tradicional do que o Fórum Viseu, que abriu em 2005.

"O Fórum está praticamente instalado no centro urbano e acabou por vir requalificar aquela zona da cidade e incrementar o comércio à sua volta", referiu.

Na opinião de Gualter Mirandês a nova infra-estrutura desportiva comercial e empresarial construída pelo Grupo Visabeira , à semelhança de outros do pais, cria uma "concorrência quase desleal" com o comércio tradicional, "em termos de horários, quantidade de valências e dinamismo". "E as ruas dos centros das cidades continuam desertas", lamentou, considerando que a  crítica de que "a culpa é do comércio tradicional, que não se actualiza, é parte da verdade, mas não é toda".

Considerou fundamental a intervenção que está prevista no âmbito de um estudo de enquadramento estratégico para a revitalização do centro histórico pedido pela Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU) Viseu Novo à Parque Expo, recentemente apresentado, que prevê obras no valor total de 114 milhões de euros. "Mas estamos a falar de um espaço temporal de nove anos, que poderão ser mais se não houver atrasos, e de um projecto que só é possivel se houver fundos comunitários", frisou Gualter Mirandês, que, ainda assim, está optimista de que "a médio prazo, os centros das cidades serão novamente apetecíveis".

Por agora, diz viver-se "a pior fase do comércio dos últimos 50 anos", apontando como um dos culpados a Lei Nº12/2004, que regula o licenciamento das áreas comerciais, que, apesar de ter como objectivo "assegurar a coexistência e equilíbrio dos diversos formatos comerciais", na sua opinião "fez exactamente o contrário".

 

Retirado de: Diário As Beiras (adaptado)

publicado por cjrr às 13:47
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

Palácio do Gelo JÁ ABRIU !


rui bondoso
Catarina Furtado, rosto e imagem de marca do complexo comercial, foi o centro das atenções


Catarina Furtado, três bispos e dois mil convidados inauguraram ontem o renovado Palácio do Gelo Shopping, em Viseu, o terceiro maior centro comercial do país, logo a seguir ao Colombo, em Lisboa, e ao Fórum Almada.

A classe empresarial de Viseu esteve quase toda na cerimónia, e os autarcas do distrito também. Juntos percorreram, um a um, os pisos do novo espaço comercial. Sempre com a "benção" do arcebispo primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, e dos bispos de Viseu, D. Ilídio Leandro, e da Guarda. D. Manuel da Rocha Felício.

A comitiva foi sempre conduzida por Catarina Furtado. Fernando Nunes, presidente do conselho de administração da Visabeira, que gastou 120 milhões na construção do complexo, ladeou-a de forma discreta. A apresentadora de televisão foi escolhida por ele para ser o rosto e a imagem de marca do Palácio do Gelo Shopping.

O novo centro comercial está instalado num edifício com mais de 175 mil metros quadrados, especialmente desenhado para a fruição complementar dos diferentes segmentes que o integram.

Tem a maior pista de gelo e o maior espaço de desporto e bem-estar do país. O maior hipermercado, o maior complexo de cinemas e a maior praça de restauração da região.

Tem ainda a segunda maior loja da FNAC do país, um dos mais amplos espaços da Rádio Popular, Sportzone e McDonalds. Está tudo em seis pisos comercias, dois deles subterrâneos.

A sede da Visabeira ocupará os andares sete e oito. Será o centro nevrálgico do maior grupo empresarial da região, que tem um volume de negócios perto dos 400 milhões de euros por ano e dá emprego a cerca de cinco mil pessoas .

A empresa está hoje internacionalizada, com interesses em cerca de duas dezenas de países. O Palácio do Gelo é um dos seus maiores investimentos. Cerca de 120 milhões de euros gastos na sua construção, desde que em 2005 começou a ser edificado nos terrenos do velho shopping.
Notíca: Jornal de Notícias
publicado por cjrr às 11:12
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Abril de 2008

Centralidade, proximidade e conveniência do Palácio do Gelo

Na dinâmica cidade de Viseu, o Palácio do Gelo Shopping encontra-se numa zona de convergência das principais vias de comunicação do centro do País e de acesso a Espanha.

 
A sua localização, no novo centro urbano de Viseu, junto à principal via circular, favorece o posicionamento regional do Shopping bem como a sua integração com a cidade.
A maior parte dos visitantes deslocar-se-á ao Palácio do Gelo Shopping através de transporte próprio. Contudo, os habitantes das áreas mais imediatas poder-se-ão dirigir a pé, nomeadamente uma importante população estudantil dada a proximidade do Campus Politécnico com Escola Superior de Tecnologia, Escola Superior de Saúde e Escola Superior Agrária, a Universidade Católica e o Hospital de São Teotónio.
( www.palaciodogelo.pt )

publicado por cjrr às 16:11
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 8 de Abril de 2008

Abertura do Palácio do Gelo

 

 

 

A ampliação do sucesso de um conceito inovador
 

O Palácio do Gelo Shopping resulta de ampliação e reformulação do actual centro comercial, num complexo com 73.500 m2 de ABL (Área Bruta Locável) e health club.

Num contexto multifuncional, reúne centro comercial, cinemas, áreas de restauração, diversão e lazer, desporto e bem-estar. Inclui uma pista de gelo, vários ginásios, piscinas (uma das quais olímpica) e spa, totalizando mais de uma centena de actividades e modalidades.
 
A estas valências acrescem importantes pontos de diferenciação comercial relativamente à oferta na região de Viseu:
        - O maior hipermercado da região
        - O maior complexo de cinemas
        - O maior conjunto de médias superficies especializadas em equipamentos para o lar, moda, serviços e cultura
        - A maior praça de restauração
 
O complexo Palácio do Gelo Shopping, integra ainda uma significativa área para o Centro de Inovação e Desenvolvimento e Escritórios do Grupo Visabeira e, na envolvente adjacente, uma zona residencial composta por mais de 500 apartamentos de prestígio.
A abertura está prevista para o dia 15 de Abril de 2008, que conta com a presença de Catarina Furtado.
publicado por cjrr às 16:10
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 1 de Abril de 2008

Exemplo promocional

Exemplo de saco promocional feito pela UAC-Viseu, empresa para a promoção de eventos no centro histórico da nossa cidade.

Estará brevemente ao dispor dos nossos comerciantes.

 

publicado por cjrr às 14:55
link do post | comentar | favorito

*Viseu Comercial

*pesquisar

 

*Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

*posts recentes

* Selecção Portuguesa em Vi...

* Presidente da Câmara de V...

* Viseu dá a conhecer convo...

* Rossio Recebe Primeira Fe...

* Primeira fase do Parque T...

* Comércio Tradicional PREO...

* Palácio do Gelo JÁ ABRIU ...

* Centralidade, proximidade...

* Abertura do Palácio do Ge...

* Exemplo promocional

*arquivos

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

*links

blogs SAPO

*subscrever feeds